segunda-feira, 20 de julho de 2009

ISLAMISMO - Parte 2 (Missões transculturais)

Continuação!!!

Quem foi Mohamed?

Os muçulmanos acreditam que Mohamed tenha sido o ultimo e maior profeta de Deus “o selo dos profetas”. O Alcorão foi ditado para ele pelo anjo Gabriel num prazo de 22 anos. Isto lhe concede o lugar supremo entre os enviados de Deus. Nativo da cidade de Meca, Mohamed foi forçado a fugir daquela cidade no ano 622, depois de pregar vigorosamente contra o paganismo da cidade. Tendo assegurado sua liderança em Medina, com diversas vitorias militares em seu currículo, Mohamed voltou em triunfo para a cidade de Meca no ano 630. Ali estabeleceu o Islamismo como a religião de toda a Arábia.

O que é o Alcorão?

O Alcorão é o livro sagrado do islamismo e à perfeita palavra de Deus para o muçulmano. Afirma-se que o Alcorão foi ditado a Mohamed em árabe pelo anjo Gabriel e que é a exata palavra de Deus. Nesta condição, ele preexiste nos céus com Deus como a “mãe do livro”e estava nessa forma não criada e eterna com Deus. O islamismo ensina que o Alcorão contém a total e perfeita revelação e vontade de Deus. O Alcorão tem cerca de quatro quintos do comprimento do NT e está dividido em 114 capítulos (surahs, em árabe, traduzido por Suratas em português). Embora respeite a Torá, os salmos de Davi e os quatro evangelhos, o islamismo considera o Alcorão único em sua posição de autoridade e absolutismo. Acredita-se que ele é melhor compreendido em árabe e é uma obrigação religiosa tentar lê-lo e citá-lo em sua língua original.
O Alcorão é a fonte das doutrinas islâmicas, as quais negam as doutrinas capitais do Cristianismo, como a doutrina da Trindade. Tal negação tem como consequência também negar as doutrinas da divindade de Jesus e da divindade do Espirito Santo. O próximo passo lógico é negar a doutrina da inerrância das Escrituras bíblicas, as quais claramente estabeleceram as doutrinas da Trindade, divindade de Jesus, divindade do Espirito Santo e inspiração divina das Escrituras bíblicas.

Ore, constantemente, para que Deus continue usando os missionários que enfrentam, diariamente, os percalços de falar de Cristo para os muçulmanos.

Fonte: AMME Evangelizar!

Um comentário:

Perfil disse...

Olá amigo tem uma homenagem para você lá no meu blog!
bjs

BLOG FERRAMENTA PEDAGÓGICA