quinta-feira, 25 de março de 2010

UEMANet: UM DELICIOSO DESAFIO AO SABER PARA TODOS NÓS



A paz do Senhor a todos!
Colegas Universitários da UEMA (UemaNet) e interessados, bom dia!

Pois é, gente... há uma frase de Leonardo Da Vinci, que diz assim:

"Se não for usado, o ferro enferruja; a água, parada, perde a pureza e no frio se congela; semelhantemente, a falta de atividade suga o vigor da mente".

Quero destacar, de público, o importante papel da Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, ao oportunizar uma grata experiência a milhares de alunos de nosso Estado, quando instituiu os cursos de graduação na modalidade EaD, que já pipocavam por aqui mas sempre oferecidos por instituições privadas, onde se sabe, a visão financeira é quem comanda, devido às relações "custo-benefício", "planilhas de investimentos", etc, ainda mais num país globalizado e extremamente capitalista (fato natural, mas as vezes imoral), embora tenha uma governo "socialista" de oficio, que está mais para eclético e popularista, seguindo o mesmo modelo do "companheiro" Chaves, na vizinha Venezuela ou (valha-nos Deus), similar ao populismo dos irmãos Castro, na ilha caribenha de Cuba.

Bem, opiniões políticas à parte, embora este papel seja nosso mesmo, de avaliar o que ocorre em nosso Brasil e em outros países com os quais, direta ou indiretamente, tenhamos "afinidades", quero me deter e escrever um pouco sobre a importância dos cursos que a UEMA oferece via EaD.

Por que isso é importante?

Bem, a UEMA é a primeira Instituição de Ensino Superior (IES) do Maranhão, pública, que oferece cursos de graduação na modalidade EaD. Só isso já é história, já marca a nossa história da educação, da própria universidade, da educação no Maranhão e, por tabela, no Brasil. Isso vai para todos os anais e históricos da educação no nosso fustigado e sofrido Maranhão. Por quê?

Porque pela primeira vez, realmente, a educação está sendo democratizada, de direito e de fato, a todos, cumprindo ipsis literis a Constituição Federal e Estadual, quando exigem isso. E mais: não apenas no Ensino Médio, mas num inédito Ensino Superior, fato que marca, estigmatiza positivamente todo o processo.

É só analisar o seguinte: somos, no Maranhão, 217 municípios. A UEMA, estrategicamente, possui campi ou pólos em cidades estratégicas de cada região de nosso Estado. Todas as grandes cidades de nosso Estado possuem os Centros de Ensinos, que foram articulados quando o PROCAD surgiu dentro da UEMA (Programa de Capacitação Docente), que depois foi substituido pelo PQD (Programa de Qualificação Docente). Cada uma dessas cidades estratégicas possuem em seu entorno várias cidades de menor expressão, mas que podem se dirigir frequentemente aos pólos nessas cidades maiores, pois geralmente elas concentram, regionalmente, os serviços bancários, de comércio e indústria daquela região. 
Assim, ficou fácil para os habitantes dessas cidades menores terem acesso aos cursos da UEMA oferecidos via UEMANet. Foi, parafraseando Armstrong, "...um pequeno passo para o homem, mas um grande passo para a democratização e acesso a educação de qualidade em nosso Estado".

E a qualidade, como fica?

Uma das grandes questões que os críticos alardeam em relação à modalidade EaD, é a qualidade. Dizem que é impossível se mensurar um aspecto qualitativo significativo sem a presença de professores capacitados, habilitados, presencialmente, em sala de aula. Será que eles estão certos?

Não. Esse pensamento é "letra morta" na atual configuração da EaD no Brasil. Tenho acompanhado, in loco, e na prática, o crescimento e o amadurecimento da EaD no Brasil, desde a década de 90. Realmente, quando iniciou no Brasil as primeiras experiências no setor, houve, até mesmo por ser uma novidade (no Brasil, pois no mundo já havia tempos que a EaD já era realidade), muitas informações desencontradas, muita insegurança. Mas, felizmente, isso mudou.

Hoje, temos excelência na EaD. E temos o MEC, que tem a SEED, Secretaria de Educação a Distância, órgão que fiscaliza, orienta, chancela e exerce um tipo de supervisão nacional sobre projetos de EaD no Brasil. Lembro-me que ano passado, vários instituições particulares tiveram seus cursos descredenciados por falta de estrutura. E isso é bom. É um filtro, um funil que deve existir, para que quem possui excelência seja valorizado dentro da modalidade.

Quem é quem?

Bom, particulares, temos ótimas instituições no país que oferecem bons cursos de graduação a distância. Destaco aqui a AIEC de Brasília, que possui excelência no setor e foi uma das pioneiras, com administração já reconhecido pelo MEC via SEED. Temos também o grupo UNINTER, um dos gigantes do setor.

Públicas, também são poucas, tendo em vista que os Estados ou a União são quem bancam, e geralmente os orçamentos estão "arrochados". Mas destaco a UFSC a Universidade Federal de Santa Catarina, referência no setor, cujo modelo administrativo e pedagógico foi compartilhado com outras, que fizeram as adaptações necessárias e estão prestando um ótimo serviço. E aqui entra a UEMA, através da UemaNet, cujo modelo e metodologia estão tendo uma excepcional aprovação de quem está estudando. Claro que ajustes estão sendo realizados, afinal é a primeira experiência. Mas confesso: começaram com um ótimo nível, o que me deixa com um sorriso largo nos lábios, que advém de uma constatação: pela equipe que cuida da EaD na UEMA, pelas coordenadores e pelo excelente quado de tutures presenciais e a distância, não vamos regredir. Jamais. Vamos avançar a passos largos para a excelência.

E eu me sinto grato a Deus por participar desse momento emblemático da EaD no nosso Maranhão.

UemaNet e equipe, parabéns!

Universitários dos cursos de Administração, Pedagogia, Filosofia, Formação Pedagógica e outros, parabéns".

Ah, nas imagens acima, a primeira é o banner do curso de Pedagogia da UemaNet. A segunda imagem é o banner da 2ª disciplina, que iniciamos dia 13 de março, Filosofia da Educação. Vale lembrar que já cursamos Introdução à Educação a Distância, a primeira disciplina do curso de Pedagogia.

Com prazer e alegria,

Prof Damasceno
Universitário de Pedagogia na UemaNet

5 comentários:

SONIKATIONS disse...

Boa noite professor Damasceno. Parabens pelo blog, hoje é a primeira vez que acesso e estou muito feliz por ter um cristao antenado com o que acontece ao nosso redor e principalmente no ambiente educacional da nossa cidade.
Abraço e a PAZ DO SENHOR JESUS!

edilenemacedo10 disse...

A Paz de Cristo Profº Damasceno! Pedagogia uma uma formação que nos preparará para o ato de educar, nos doando inteiramente para aqueles que dependem de nós para tornar-se cidadãos críticos e critiativos numa sociedade em constante transformação.Diz o escritor:"Ser educador é ser um poeta do amor. Educar é acreditar na vida e ter esperança no futuro. Educar é semear com sabedoria e colher com paciência."
(Augusto Cury)

Enquanto muitos envergonam-se de ser Pedagogos, orgulho-me porque sou professora para oferecer uma aula digna capaz de influenciar na transformação da criança através do processo ensino aprendizagem.
“Longo é o caminho do ensino por meio de teorias; breve e eficaz por meio de exemplos.” (Sêneca, filósofo romano - Epístolas )
Shalon Adonai! Parabéns pelo Blog......!

Anônimo disse...

realmente é de agradar a gregos e troianos a oportunidade de cursar uma faculdade presencial ou a distancia. importante não só aos cursistas mas a toda sociedade que progredirá!

Izaldil Tavares de Castro disse...

Prezado irmão, professor Damasceno,
Muito me alegra que o ilustre colega se tenha tornado seguidor do meu blog (http://prof2tavares.blogspot.com
Pessoas como o irmão são bênçãos para o nosso enriquecimento na Palavra de Deus e na união que deve haver entre os servos do Senhor. A partir deste momento, torno-me seu seguidor e sei que muito aprenderei com suas postagens.
Fraternal abraço,
Prof. Tavares.

Anônimo disse...

O sr. não como a uemanet é um típico exemplo de privatização da coisa pública, vejamos as famílias que se apropiaram da uemanet e quem não é da panela deles ou quem faz a mínima critica é retirado da uemanet. Nesta instituição não se leva em consideração o mérito e a competência do profissional, mas sim se faz porte ou não das famílias dos seguintes senhores que são donos da UEMANET e que inclusive o magnifico reitor respeita, faz vista grossa ou tem medo.
Roberto Serra, irmão de Fátima Rios , irmãos de Gisele Serra. O call-center é composto por membros da igreja de seu Roberto Serra (coordenador geral).